A Prefeitura de Catanduva reservou para o encerramento da 1ª Jornada do Terceiro Setor de Catanduva, no domingo, 10, o anúncio da cessão de dois terrenos à Arcos – Associação e Rede de Cooperação Social. No ato, o prefeito Padre Osvaldo (PSDB) firmou o compromisso em ofício especial entregue ao presidente da entidade, o juiz Wagner Ramos de Quadros.

Os lotes cedidos pela Prefeitura estão localizados no Parque Agudo Romão II. Em breve, segundo a administração municipal, após os trâmites cartorários, a Secretaria de Administração deve publicar decreto concedendo oficialmente a permissão de uso das áreas.

“Como a Arcos cresceu bastante nesses quatro anos de existência, sentimos a necessidade de um local adequado para desenvolver nossas atividades. E assim pleiteamos o apoio do prefeito, tendo em vista o interesse público envolvido. Para a nossa surpresa, o prefeito anunciou no evento a decisão de atender o nosso pedido”, celebrou Quadros.

Conforme o magistrado, a Arcos praticamente não tem renda, patrimônio e empregados. A nossa única receita, atualmente, é a contribuição mensal das organizações filiadas de apenas R$ 100 mensais, além de doações feitas pelos membros da direotira. Há apenas uma funcionária e as atividades são feitas em uma sala empresatada pela Casa da Criança Sinharinha Neto.

Com quatro anos de atividades, a Arcos se dedica a proporcionar às Organizações da Sociedade Civil, “instituições beneficentes”, as melhores condições para desenvolver suas ações.

Ao Jornal O Regional, Quadros antecipou que o imóvel servirá para a construção e instalação da sede da Arcos. “A ideia é termos um local apropriado para, entre outras coisas, o trabalho da nossa única funcionária e, futuramente, para a ação da equipe de trabalho a ser formada; a reuniões da Diretoria, Conselho Fiscal e das reuniões setoriais temáticas; cursos de capacitação, reuniões e assembleias; a guarda de patrimônio, equipamentos e documentos; instalação da Secretaria da Arcos; instalação de uma sala de atendimento das organizações filiadas, empresas e instituições parceiras; e para organização de um grande centro de voluntariado.

Ele confidenciou que a realização das obras será um grande desafio. “Contamos, em primeiro lugar, com a sensibilidade e investimento da própria sociedade. Ela já sabe que a destinatária final da ação da Arcos é ela própria”, frisou, afirmando que, como ação imediata para gerar recursos, será realizada em Catanduva palestra com o flilosófo Mário Sérgio Cortella.

Fonte: Jornal O Regional | Por Guilherme Gandini | 12 de abril, 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *