O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, de Campinas, irá condecorar a Arcos – Associação e Rede de Cooperação Social, de Catanduva, com o Grande Colar do Mérito Judiciário, principal honraria entregue pela corte, cuja jurisdição cobre todo o interior paulista. O presidente da Arcos, o juiz Wagner Ramos de Quadros, receberá a premiação em 12 de maio.

“É uma homenagem concedida pelo Tribunal do Trabalho de Campinas a um seleto número de instituições ou pessoas selecionados a critério de deliberação do conjunto de desembargadores, e a Arcos foi indicada como destinatária dessa honraria”, enaltece o magistrado.

Quadros frisa que o tribunal de Campinas é um dos maiores do país e que, na mesma ocasião, serão condecorados o presidente do Senado Federal e o governador de São Paulo. “O que demonstra a relevância do reconhecimento da Arcos como instituição e do trabalho realizado.”

Devido à importância do evento, será formada uma comitiva catanduvense, das principais autoridades e instituições, para estarem presentes em Campinas, fisicamente, no dia 12 de maio. O evento também deverá ser acompanhado em um grande encontro na cidade, entre pessoas, instituições e empresas, para assistirem a entrega do colar em transmissão online.

“O grande colar representa para Catanduva muito mais do que apenas uma homenagem a uma organização, que é a Arcos, mas o reconhecimento da qualidade do povo de Catanduva, porque na verdade se existe a Arcos é porque existe uma população que tem essa qualidade da fraternidade naturalmente em si e que, através das organizações da sociedade civil de natureza filantrópica, tem conseguido constituir esse grande grupo que é a Arcos”, ressalta Quadros.

Ele diz, ainda, que a Arcos é a conjugação de, hoje, cerca de 50 entidades diferentes que juntas, em rede, trabalham pelo bem de pessoas em situação de vulnerabilidade ou de causas sociais relevantes. “Catanduva receberá essa homenagem através da Arcos e a Arcos representa o conjunto das pessoas de bem da cidade, preocupadas com a dignidade da pessoa humana.”

HISTÓRICO

Em 2017, um pequeno grupo de pessoas que atuava em prol da Casa de Apoio à Criança de Catanduva começou a visitar outras instituições assistenciais e se deu conta de que a realidade dessas organizações era muito semelhante. Todas eram administradas e mantidas por poucas pessoas e passavam por dificuldades semelhantes, de natureza financeira e organizacional.

Essa constatação de que as instituições tinham em comum essa missão e essa dificuldade fez nascer naquele grupo de voluntários a percepção de que se elas se aproximassem, unissem esforços, compartilhassem recursos e experiências, suas ações sociais ganhariam em qualidade. A proposta de criação de uma associação das organizações sociais surgiu assim.

Em janeiro de 2018 foi realizada em espaço cedido pelo Sesc de Catanduva uma reunião para a qual foram convidados dezenas de dirigentes das instituições. A proposta foi aprovada por unanimidade. Após outras reuniões, no dia 7 de abril daquele ano, no Anfiteatro Padre Albino, ocorreu a solenidade de fundação da Arcos, na ocasião com 31 organizações associadas.

Fonte: Jornal O Regional | Por Guilherme Gandini | 14 de abril, 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *